quinta-feira, 28 de julho de 2011

2º ENCONTRO DE MAMULENGO

Olá Caros amigos(as) Leitores,

Convidamos vocês para a apresentação do Grupo Pombas Urbanas na Mostra Militância Teatral na Periferia realizada no TUSP.

CONFIRA ABAIXO A PROGRAMAÇÃO:


Abraços com Asas
Pombas Urbanas


POMBAS URBANAS NO TUSP

Olá Caros amigos(as) Leitores,

Convidamos vocês para a apresentação do Grupo Pombas Urbanas na Mostra Militância Teatral na Periferia realizada no TUSP.

Confira abaixo a programação:

Abraços com Asas
Pombas Urbanas

sábado, 28 de maio de 2011

Hoje dia 28/5 Sábado às 19:00 tem Teatro no Centro Cultural Arte em Construção

video
Testamento de Samba pra botar Pandeiro bamba

“... a Fábula de um triângulo amoroso entre um ritmo feito mulher, o samba, aqui personificado como a “Deusa do Samba”, o ciumento e rouco Pagode e o sofisticado Partido Alto...”




Vamos fazer a Transmissão AO VIVO do espetáculo pela
ESPERAMOS POR TODOS 

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Dia 21/05 Sábado, às 19h tem Teatro no Centro Cultural Arte em Construção

                       Vamos fazer a Transmissão AO VIVO do espetáculo pela  
                                 TVPOMBAS.  www.livestream.com\tvpombas                      
                                            ESPERAMOS POR TODOS

Rodas de Leitura


Essa são as "RODAS DE LEITURAS" que acontece todos as quartas - feiras das 10:30 às 11:30
Julia, Livia e Ana Todas alunas do curso de Teatro Infantil do Centro Cultural Arte em Construção.

Lucas, Elisa, Ana, Livia e Ana Todos atentos as histórias contatas por Rafael de Oliveira, coordenador das "Rodas de Leitura" pelo projeto Canto das Letras

Objetivo do projeto "Canto das Letras" criar e despertar o interesse pela leitura, criar um espaço de Arte e conhecimentos que contribua com o desenvolvimento humano para a vida e o desempenho no ensino formal de crianças, adolescentes e jovens moradores do bairro Cidade Tiradentes, zona leste de São Paulo.
.


sexta-feira, 6 de maio de 2011

"Mingau de Concreto" - Gravação do DVD

APRESENTAÇÃO DO ESPETÁCULO DE TEATRO DE RUA
 "MINGAU DE CONCRETO"
Venha provar um pouco desse MINGAU!!!
Será servido na Praça do 65, em Cidade Tiradentes, nesta Sábado, 07 de Maio, as 15h.
E vai ter muita gente pra comer!!
Traga sua cumbuca e venha se lambuzar com o... MINGAU DE CONCRETO



sábado, 19 de fevereiro de 2011

"LUTO" HOMENAGEM AO SR. MILTON

Poesia recebido do Sr. Milton José Assumpção – dia 24/04/2010




Mensalão, Mensalão;

Quem foram os Politícos;

Que adoram a corrupção;

Quemeforam os felizardos;

Que receberam esse presentam;

Mensalão, Mensalão;

Você é um grande amigão;

De vossa Excelência;

Que tem um nome;

Chamado Corrupção;

Mensalão, Mensalão;

Politícos Honestos;

Não entram;

Nesse tipo de confusão;

Mensalão, Mensalão;

Voces politícos sabidões;

Que gostam de corrupções;

Quando forem a suas igrejas;

Façam as suas orações;

Ao seu Deus para se livrarem;

Dessa Maldição que é;

Chamada de corrupção;

Mensalão, Mensalão;

Vossa excelência que é;

Um politíco safado;

Amante da corrupção;

É um desgraçado Bundão;

Que não tem amor pela;

A sua querida nação;

E só pensa em seu sujo mundão;

E pensando que é sabichação;

Não passa de um grande burrão;

Mensalão, Mensalão;

Vecê politíco corrupto;

Esta brincando com a nação;

Seu grande molecão;

Pensando que esse paizão;

É um grande fazendão;

Para ser divido com poucos;

Colegas de profissão;

E muito amante da corrupção;

Mensalão, Mensalão;

Politíco corrupto não é cristão;

Porque ele adora enganar o povão;

Mas um dia a casa cai;

No cabeção deste politíco;

Que casou-se com a corrupção;

Mensalão, Mensalão;

Você politíco corrupto;

Que quando morrer não leva;

O Seu prórpio caixão; e nem tudo;

O dinheirão que voce roubou;

Do pobre e castigado Povão;

Mensalão, Mensalão;

Politíco que gosta de fazer corrupção;

É um grande merdão que adora fazer;

Confusão para sua amada nação;

Mas quando as coisad ficam escuras;

Ele quer sair de sua ruim situação;

Levando o povão na suas tapiações;

Para eles se livrar de passar alguns;

Anos em lugar que ele merece;

Um cadeião; e sem apelação;

Mensalão, Mensalão;

E agora vem Mensalinho;

Que é filhão do Mensalão;

Mas isso já é outra história;

Ou melhor outra história;

De corrupção de politícos, sem;

Carateres e corações pela sua amada;

Nação; porque o nosso paiz

não tem Vulcão;

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

"LUTO"

SR: MILTON JOSÉ ASSUMPÇÃO - 1927 - 2011

MINHAS HISTÓRIAS


UM ESCRITOR DA REALIDADE VIVIDA!


Teatrólogo, escritor perspicaz, um grande leitor e observador da realidade vivida dos personagens da gente do povo, como ele diz em uma de suas peas teatral, intitulada ' OS EXCLUÍDOS'.

Este é Milton José Assumpcão, nascido em 1927, na cidade de São Paulo, um escritor ainda aculto nos grandes meios de comunicão literária, textos que ilustram com grande inteligência por meiso de suas peas teatrais, Contos, Poesias Romances e Realidade Vivida do povo brasileiro; relatos apurados do cotidiano e não distante dela, diferente de alguns escritores que tentam encaixar uma realidade desfocada e destorcida dos seus personagens. Milton Josè, consegue com todas estas caracteristicas ser cômico com os pequenos detalhes que o meio social lhe oferece.

Josè Milton possui duas paixões: O Cinema e o Teatro, e tem como idolos: Grande Hotelo, Oscarito, Eliana, Dercy Goncalves, Cacilda Becker, Paulo Autran, Tonia Carreiro, Raul Cortez, Fernando Montenegro e muitos outros.

Milton tabèm deixa transparecer em seus relatos a paixão pelo teatro tablado do circo, como grande escola para atores relembrando os grandes palhaco que para ele são os verdadeiros atores contemporâneos: ARRELIA, PIMENTINHA e CAREQUINHA.

Senhor Milton, 814 anos, nascido e criado no bairro da Bela Vista (Bexiga) - SP, migrou para o Distrito CIDADE TIRADENTES, hà vinte e três anos e rescentemente foi Homenageado na Biblioteca Comunitaria que se localiza dentro do Centro Cultural Arte em Construcão-Instituto Pombas Urbanas.

Conteùdo da revistinha elaborada pelo CADESC CIDADE TIRADENTES

"LUTO"

Amigos,



Partiu hoje em revoada, o Sr. Milton José Assumpção, o “Seu Milton”, ator, autor, diretor teatral e ponto de teatro nos anos 40, que muito nos ensinou com suas prosas, conversas, seu saudosismo em relembrar histórias de atrizes e atores e sua persistência em colocar no papel através de sua pequena máquina de escrever Olivetti, diversos textos teatrais, que flutuavam em seu imaginário.

Muitas vezes passávamos em frente ao seu bar, o “Cantinho Dona Vera”, na Avenida dos Metalúrgicos aqui no bairro Cidade Tiradentes e o víamos sentado à frente de sua Olivetti, cercado de personagens e seres fantásticos que insistiam em entrar em suas histórias.




Mesmo sem enxergar bem, superava todas as suas dificuldades físicas e colocava sua imaginação nas folhas brancas a sua frente, quando não o fazia a mão mesmo, talvez uma forma de manter acesa a fogueira que incendiava o ventre deste “Senhor de Teatro” de oitenta e três anos de idade.
Agora ele segue! Ele que era pomba virou um pássaro de asas próprias: livre!

Aqui, em nossa Biblioteca Comunitária, que leva seu nome desde 21 de abril de 2007, ficam seus textos teatrais e a alegria de ter convivido com um ser humano tão especial.



Pombas Urbanas

BIBLIOTECA COMUNITÁRIA MILTON JOSÉ ASSUMPÇÃO